Por que estou vivendo tudo isso?

Delicado hein!?
Ouvi essa pergunta e minha cabeça já entrou em parafusos...
Gerando trocentos outras perguntas...
Por que vivemos? Por que nascemos, por que amamos, sofremos, sorrimos, acordamos, trabalhamos, aceitamos, choramos, ficamos desiludidos, cansados, extasiados, fechados, extrovertidos, enfim... O que buscamos?
Acredito que somos únicos, cada um com seu sonho, metas e objetivos.
Mas no decorrer de nossa vida, somos submetidos a imposições. Que são a princípio, de nossa família. Cada família tem sua regra, que respeita outras regras, que uma sociedade impõe. Seja pelo grupo religioso, ou por outros grupos qualquer..  não importa.. a hierarquia existe e as regras também. E assim, cada um vai se encaixando ao lugar que te colocam.
E você fica lá, cumprindo seu papel. Muitos aceitam e cumprem direitinho o roteiro descrito, felizes ou não, não se importam... Somente sobrevivem. Outros não... Fogem das "regras".

Acredito que não seria fugir das "regras".
Acredito que seria se permitir perguntar: por que estou vivendo tudo isso?
Por que não posso viver meu sonho? Por que não ter o tempo de se permitir, de depois de cumprir algumas responsabilidades, que foi escolhida por você, poder ser responsável agora pelos "seus" sonhos?
O que buscamos? Onde queremos chegar? Até quando?
Bom pensar né. Bom pra poder buscar paz, compreensão, realizar sonhos... Não, não é egoísmo.
É amar-se, relizar-ser e estar pronto.
E relacionar-se bem, nesta sociedade, será consequência dessa realização e desse amor próprio.

Comentários

Postagens mais visitadas