É... Como sempre depois de um estado de alegria sempre chega um pouco de tristeza.
Já comentei algumas vezes desse meu medo.  Até me aliviaram que é normal ter esse intervalo entre uma felicidade e outra. Claro, não tenho motivo nenhum pra isso. Ao contrário.  Deveria estar bem e me orgulhar.
Mas pra mim sempre foi muito difícil a dor de uma separação,  de um distanciamento e de saber a falta que vai me fazer de alguém que vai voar com suas próprias asas.
Sei bem que todo mundo um dia cria ass e voa atrás de seus sonhos e objetivos. Tenho que me orgulhar de ver que minha missão de ajuda nesse crescimento chegou ao fim.
Mas é dolorido demais..
Aquele sentimento de zelo,  cuidado e proteção vejo agora que não são mais necessários.  É disso que vou sentir falta. Meu objetivo de vida sempre foi cuidar e ajudar. E cada vez que alguém não precisa mais disso, eu sinto falta.
Aí vem a necessidade de eu ganhar força,  de chorar, falar com alguém ou escrever.
Mas quem é capaz de me escutar?  Quem é capaz de se interessar em saber o que estou sentindo?
Então mais uma vez digito minha angústia.
Tenho vontade de parar de me preocupar,  de me doar, de me importar.  Mas tenho medo de ser ainda pior.
Mas penso que cada um dá aquilo que tem no coração né.
Com toda minha força eu vou seguir o meu caminho,  conforme Deus quiser.

Comentários

Postagens mais visitadas